quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

RETROSPECTIVA 2011



Neste post, gostaria de compartilhar, através de fotos e vídeos, este intenso ano de 2011.
Espero que gostem...


JANEIRO

Réveillon em Florianópolis. Esta primeira foto representa todo o AMOR e Apoio que recebo da minha esposa. Este lindo cenário fica em Ribeirão da Ilha, sudoeste de Florianópolis. Obrigado Gê, sua constante Energia refletiu em minha atitudes durante todo o ano.  


FEVEREIRO
Festinha de Aniversário - Slice Tennis


MARÇO
Banana Bowl - Blumenau (SC) - Lucas Santos, Lucas Koelle e Lucca Guizardi.


ABRIL

Workshop em Palmas (TO). Um show de organização da Federação Tocantinense de Tênis, liderada por Rainer Cruz e Charles Brito. Os participantes ganharam camiseta, apostila, crachá e certificado. O Workshop foi aberto pelo presidente da CBT, Jorge Lacerda.  


Evento que organizei, com Fernando Meligeni e Vanessa Menga. Patrocínio: Assurant.


MAIO
Grand Champions 2011 - Sociedade Harmonia de Tênis. Carlos Moya Campeão!!


Clínica ministrada em Cerquilho (SP) - promovida pelo técnico Tuca.



Análise Biomecânica em Vídeo - Rio de Janeiro (RJ) - Tenistas: Vinicius e Michel Farah. Meu grande amigo e competente técnico Emerson Gusmini.

JUNHO
Congresso Brasileiro de Biomecânica - USP - Ribeirão Preto (SP) - Apresentação de alguns resultados da minha Tese de Doutorado. Esta foi minha 8a participação em Congressos Brasileiros!!!


Workshop Internacional de Tênis - CBT - São Paulo (SP). Colaboração na Palestra do Médico Gilbert Bang e do Fisioterapeuta Ricardo Takahashi, integrantes da Equipe Brasileira da Copa Davis.


AGOSTO
Circuito Correios CBT - Etapa Rio de Janeiro (RJ) - Marina Barra Clube.



Clínica e Análise Biomecânica em Vídeo - Tênis Clube de Piracicaba - Promovida pelo técnico Jonas Fontes. Participação Especial de Fernando Maniero.





Summer Camp em Los Angeles (CA) - Parceria com a Academia Weil Tennis. Na foto: Leonardo Ruas, Felipe Santos, Igor Strobilius, Isabella Ianacce, Fernando Bernardes, Lucas Santos, Iago Moreira, Laura Cardone e Rodrigo Funicello.


SETEMBRO
Clínica que ministrei em Redenção (PA). Promovida pelo técnico Luciano Vieira.


Torneio F.P.T. - Tennis Country - Ribeirão Prteo (SP) - Fernando Bernardes, Rodrigo Funicello, Bruno Borgas, André Teixeira e Igor Strobilius.


OUTUBRO

Visita à Escola de Educação Física e Esporte da USP, onde estudei e ministrei aulas aos estudantes de Educação Física e Esporte - de 1994 a 2008. Encontrei cópias de minha Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado na biblioteca. 


Visita de Mark Weil a Slice Tennis - almoço em Alphaville.


NOVEMBRO



Clínica em Belém (PA) - Promovida pelos técnicos Kiko Caetano e Patrick. Obs.: esta última foto, Sorvetes Cairu, "o melhor" sorvete do mundo!!!


DEZEMBRO





Orange Bowl - Miami (USA) - acompanhando 3 tenistas de 14 anos: Lucas Santos, Igor Strobilius e Rodrigo Funicello.


Desejo a todos Boas Festas e um 2012 perfeito!!!





sábado, 15 de outubro de 2011

Análise Biomecânica do Saque - Fase 4



Esta fase, também conhecida como fase de Aceleração, é caracterizada por quatro importantes movimentos: 

1)  a “laçada”, movimento realizado pelo braço dominante, também conhecido como “back scratch” (coçar as costas);
2)  rotação do tronco;
3) extensão dos joelhos, que impulsiona o corpo do tenista para cima e para frente, em direção à bola;
4) descida do braço não-dominante até a linha cintura, que estabiliza o corpo para a execução da rotação do tronco. 

Estudando esta quarta fase do saque, começamos a entender a dificuldade dos tenistas iniciantes em sincronizar as diferentes alavancas envolvidas no saque. O movimento de “laçada” é para baixo, e o movimento de extensão dos joelhos é para cima. Repare isso no vídeo abaixo, durante o saque de Roger Federer:


A seguir, explicarei cada um dos quatro movimentos que compõem esta fase do saque:


”LAÇADA”

Este movimento tem a finalidade de ampliar a trajetória da cabeça da raquete e assim permitir que o tenista tenha maior distância para acelerar o movimento até o ponto de contato com a bola. Além da distância, o movimento de “laçada” exige uma perfeita sincronização temporal. A raquete não deve parar nas costas. Deve apenas passar pelas costas. Se a raquete parar nas costas, o movimento entrará em inércia, e o sacador deverá gastar muita energia para colocar o sistema em movimento novamente. Para ajustar o ritmo da “laçada”, existe um aparelho bem simples: um cabo de raquete acoplado à uma corda com uma bola presa na ponta. Veja no vídeo abaixo:


Quem me apresentou este aparelho foi o grande tenista e técnico Carlos Alberto Kirmayr. Quem não encontrar esta pequena invenção para comprar, pode adaptar: coloque uma bola de beisebol dentro de uma meia de futebol (comprida). Ou ainda, utilize uma toalha com um nó na ponta, com mostra a Figura abaixo:  



Confira abaixo, alguns tenistas na fase de "laçada", caracterizada pela ponta da raquete apontando para baixo:


Talvez agora fique mais claro o motivo de fazermos um dos exercícios mais clássicos de alongamento:


Este alongamento aumenta a flexibilidade do ombro, e assim o movimento de “laçada” será facilitado. Além do alongamento, é possível realizar exercícios específicos que estimulam esta importante alavanca do saque, como mostra o vídeo abaixo:



ROTAÇÃO DO TRONCO

Ao analisarmos um sacador de elite, percebemos que a rotação do tronco ocorre em 3 eixos anatômicos:

1) Rotação de baixo para cima – representa o movimento do ombro direito (no caso dos tenistas destros) de baixo para cima, como mostrado na seqüência de  fotos abaixo:



Repare como nas cinco primeiras fotos o ombro direito (em vermelho) está posicionado abaixo do ombro esquerdo (em azul). Nas últimas duas fotos, o ombro direito passa a posicionar-se acima do ombro esquerdo. Por isso esta rotação é conhecida como “shoulder-over-shoulder”. 

2)  Rotação de trás para frente – representa o movimento do ombro direito (no caso dos tenistas destros) de fora para dentro da quadra, ou ainda, de trás para frente. Repare na seqüência de fotos abaixo, que a tenista inicia o saque com o ombro direito atrás da linha de base, e finaliza o saque com este ombro a frente da linha de base:


Este movimento é conhecido como “somersault”. 

3)   Rotação da direita para a esquerda (destros) – representa o movimento do ombro para o lado. Esta rotação é conhecida como “twist”.  

Abaixo,  vemos a representação das três rotações citadas:



Em todos esses casos, a rotação do tronco tem como finalidade aumentar a velocidade da raquete até o contato com a bola, através do aumento do momento angular. Estudos mostram que entre as três rotações, a shoulder-over-shoulder” é a que mais contribui para aumentar a velocidade da raquete, e consequentemente a potência do saque.


EXTENSÃO DOS JOELHOS

Este movimento é responsável por conduzir o corpo do tenista para cima e para frente, em direção à bola que foi lançada. Quanto mais poderosa esta extensão, maior será o alcance vertical e horizontal do tenista. O alcance vertical especificamente é muito importante, pois aumenta o ponto de contato entre a raquete e a bola. Quanto mais alto este ponto de contato, maior a chance de livrar a bola da rede. Veja isso na Figura abaixo:


Como já discutimos em outros textos, a força gerada pela extensão dos joelhos sobre o solo é o início efetivo da Cadeia Cinética. Esta força de extensão empurra o solo para baixo, que, através da 3a Lei de Newton (Ação e Reação) empurra o tenista para cima. Podemos concluir então que este movimento dos membros inferiores é a grande energia inicial do saque, e se for deficiente, sobrecarregará os membros superiores.
Veja a seguir uma série de fotos que demonstram essa impulsão:



DESCIDA DO BRAÇO NÃO-DOMINANTE

A descida do braço não-dominante até próximo à cintura é responsável por estabilizar o corpo do tenista, preparando-o para executar as rotações do tronco, principalmente a rotação "shoulder-over-shoulder". Confira abaixo alguns exemplos de tenistas realizando esta estabilização:


Abraços.

À disposição para dúvidas:

ludgerobraganeto@gmail.com


domingo, 7 de agosto de 2011

Confiram nosso Summer Camp na California!!!



Gostaria de compartilhar a experiência em ter organizado um SUMMER CAMP na California. O Treinamento ocorreu durante a segunda quinzena de Julho, na incrível cidade de OJAI, a 40 minutos de Los Angeles. Foi uma feliz parceria com a Academia WEIL TENNIS, considerada pela conceituada revista TENNIS como a melhor da California e uma das 5 melhores dos EUA. Como representante da SLICE TENNIS, fui muito bem recebido, juntamente com meus 12 tenistas: Fernando França, Guilherme Carvalho, Igor Strobilius, Iago Moreira, Isabella Iannace, Laura Cardone, Leonardo Ruas, Lucas Santos, Luis Felipe Santos, Nicholas Mardegan, Rodrigo Carvalho, Rodrigo Lozasso. 



ESTRUTURA - Primeiramente, fotos que mostram a estrutura oferecida pela Academia:

As clássicas Quadras Duras dos EUA...


Quadras de "Saibro"...


Sim... na California eles chamam estas quadras de "CLAY". Sabemos que não é saibro, e sim HAR-TRU. Ou podemos chamar de Saibro Verde. A Weil Tennis possui 10 quadras rápidas e 4 quadras de Har-tru.

Quartos dos Meninos 



Café-da-manhã



 Quartos das Meninas



 Sala de Reuniões - Técnicos



 Sala dos Computadores



Sala de Vídeo Game


Piscina



 Sala de TV




 Vestiários



Deck
 
APRESENTAÇÃO DOS TÉCNICOS E TENISTAS - No início do Summer Camp, Mark Weil, técnico e proprietário da Weil Tennis, faz questão de apresentar sua Equipe de Técnicos. Também pede que cada tenista se apresente e diga o que quer melhorar durante o período de treinos. Veja uma pequena parte:


video

TESTES FÍSICOS - No primeiro dia de treinos, são realizados alguns testes físicos. No vídeo abaixo, alguns testes físicos de agilidade. Os mesmos testes são realizados novamente no final da semana.


video

MO: UM GRANDE TÉCNICO - Durante estas 2 semanas convivi com todos os técnicos da Weil Tennis. Curiosidade: entre 14 técnicos, apenas 3 norte-americanos. Os outros vieram da França, República Tcheca, Suécia, China, Japão, Marrocos, Argentina, Russia, Sérvia e Bulgária. Isso foi muito interessante, pois tive a oportunidade de conhecer um pouco de cada um, suas histórias, filosofias de treinos, etc... Um desses técnicos me chamou a atenção: um marroquino chamado MO. Há muito tempo não presenciava um técnico com tanta intensidade em quadra. Conhece o tênis como poucos. Duas curiosidades sobre MO: 1) mesmo com um calor californiano insuportável, sempre usava calça de agasalho; 2) conhece minuciosamente o Brasil, fato raro entre os gringos. Conheça um pouco essa Figura:


video



APRENDENDO - Após os treinos nas quadras de Har-tru, são os próprios tenistas que passam a rede na quadra.  


video


MOMENTOS DE DESCONTRAÇÃO – Ao final de duros dias de treino, sob forte calor, reuníamos no Deck para relaxar e fazer as compras de materiais  de Tênis pela Internet. Confira.

video

MOMENTOS DE DESCONTRAÇÃO 2 – Esse gringo foi uma das atrações da Clínica,  mostrando vários passinhos de dança... 

video


MOMENTOS DE DESCONTRAÇÃO 3 – Até eu joguei... só quadradinho...







video


JANTAR – Os treinos começavam bem cedo. Uma das 2 turmas tinha que estar em quadra às 06:50h. Mesmo cumprindo 6 horas de treinos diários, às 16 horas já estávamos livres. O jantar era servido um pouco antes das 5 horas da tarde, em um lugar maravilhoso.

video


PASSEIO 01 – UNIVERSAL STUDIOS – Este foi nosso primeiro passeio. Sábado, dia 23 de Julho. Passamos o dia na Universal Studios, em Los Angeles. Muita gente, muita fila, muito quente...

video


PASSEIO 02 – SANTA BARBARA – Domingo, dia 24 de Julho. Chegamos bem cedo e fizemos compras até as 15 horas. Depois fomos para a praia. Apesar do calor, impossível cair nas frias águas do Pacífico. Terminamos a tarde jantando no Píer: show!!!

video

Gostaria de deixar registrado meu profundo agradecimento à Myrthes Brumatti, proprietária da agência JUST PLAY, figura fundamental para o sucesso de toda a logística da viagem. Obrigado Myrthes pela paciência e prontidão em resolver os problemas burocráticos.

Agradeço também a Jeanette Espinoza, assistente executiva da Weil Tennis, pela  atenção dispensada com nosso grupo.

O próximo grupo já está programado para Janeiro de 2012.

Abraços a Todos,
Até a próxima.