sábado, 7 de agosto de 2010

Depoimento de THOMAZ BELLUCCI sobre Análise Biomecânica em Vídeo


Semana passada, enquanto acompanhava a tenista Nathália Rossi durante o Challenger de Campos do Jordão, fiquei surpreso ao receber um e-mail do Thomaz Bellucci, expressando sua opinião sobre a Análise Biomecânica em Vídeo:

“Na minha opinião, a Análise Biomecânica em Vídeo é uma ferramenta muito importante no tênis atual. É uma tecnologia muito útil na fase de construção e aprimoramento dos golpes. Pode ser aproveitada na fase de desenvolvimento dos golpes ou na reconstrução de um golpe deficiente. Como tenista, penso que é fundamental o jogador fazer esta análise com frequência, para que consiga visualizar melhor a sua evolução”.
THOMAZ BELLUCCI (Julho 2010)

Tive a oportunidade de trabalhar com o Thomaz em duas ocasiões. No final de 2005 realizamos a primeira Análise Biomecânica em Vídeo. Enfatizamos as correções do Saque. Lembro que apesar de ter uma boa estatura, não utilizava adequadamente a base (flexão/extensão dos joelhos). 

Dois anos depois fui procurado novamente pelo Thomaz, e fizemos uma pré-temporada de 20 dias. Além do Saque, desta vez tivemos tempo para trabalhar os golpes de base (ênfase no forehand) e voleios. Foi uma experiência muito positiva, principalmente pelo interesse e postura em quadra do Thomaz.

Há dois meses, recebi um depoimento tão gratificante quanto este do Thomaz. Partiu  de um simpático casal de ex-alunos, descrevendo um episódio que até então não tinha conhecimento:  

"Ludgero, lembro-me perfeitamente qdo fazíamos aula contigo. Numa delas vc me filmou e deixou a fita para que eu pudesse apreciar a minha desastrosa performance. E quando a minha filmagem terminou, nós vimos em seguida o que estava na sua fita, um aluno seu treinando saque. Ele sacava muito bem, sacando aberto... sacando fechado... sob o comando que era dado pela sua voz ao fundo. Esse aluno nós nunca tinhamos visto e nem sabíamos quem era. Era simplesmente o Bellucci".
WILSON e MADALENA KAKUTA (Junho 2010)

Fico orgulhoso de ter participado do desenvolvimento de um tenista que atualmente defende nosso País e mostra para o resto do mundo que, mesmo sem estrutura e organização adequadas, nosso Tênis pode se destacar.