sábado, 13 de fevereiro de 2010

Ludgero se reúne com Emilio Sanchez em Alphaville

         Nesta segunada-feira (08/02) tive o prazer de conversar com um dos técnicos mais importantes do tênis na atualidade: Emilio Sanchez. A reunião aconteceu durante um almoço, em Alphaville. Nosso encontro foi intermediado pelo empresário e grande amante do tênis José Salibi Neto. Ele está sempre disposto a apoiar nosso tênis, desde projetos voltados para o trabalho de base até tenistas promissores em fase de transição para o profissional. Fiquei surpreso quando o Salibi me telefonou e disse: “O Emilio Sanchez quer te conhecer!”.

        O Emilio foi contratado pela CBT para o cargo de Coordenador do tênis brasileiro. Muitos estão questionando por que a CBT traria um espanhol para ocupar tal cargo. Tenho acompanhado várias discussões em blogs de tênis que tratam deste assunto. A impressão que tenho sobre o Emilio é que capacitação para executar esta tarefa ele tem. Foi um excelente jogador (n. 7 em simples e n. 1 em duplas), e possui ampla experiência como líder e administrador: conduziu a equipe espanhola da Copa Davis ao título em 2009 e é proprietário de um dos mais respeitados centros de treinamento do mundo. O que muitos estão questionando é se Emilio terá tempo e dará prioridade para o tênis brasileiro. Só o tempo dirá!

          Voltando ao assunto da reunião... O Emilio quis me conhecer porque soube da minha pós-graduação em Biomecânica e também porque eu havia trabalhado com o Thomaz Bellucci e com o Ricardo Hocevar. O que ele não sabia é que um dos textos que me despertou a curiosidade em estudar Biomecânica foi escrito por ele mesmo, há 23 anos (1986). O Emilio não acreditou!!! Tive que procurar o artigo, escanear e enviar para ele. Na época, o Emilio era conhecido por ter o melhor backhand do circuito profissional. Confira a matéria, abaixo:


Clique nas Imagens para Ampliar



           Após esta incrível coincidência, a conversa ficou mais informal e pudemos discutir algumas questões técnicas, como:

• Fatores mais importantes durante a formação de um tenista;
• Softwares utilizados para Análise Biomecânica;
• Fases de uma Análise Biomecânica;
• Elaboração de um Curso de Capacitação em Biomecânica para os técnicos da CBT, com duração de 4 horas.

A reunião contou também com a presença de Roberto Burigo, diretor executivo da CBT.
Obviamente o saldo da reunião foi muito positivo. Tive a oportunidade de aprender um pouco mais sobre tênis com uma personalidade muito importante do meio. Também tive chance de mostrar meu trabalho e espero que este possa ser útil nesse novo projeto, atingindo os jovens tenistas talentosos que necessitam da utilização da Ciência aplicada à prática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário